Aprenda aqui e ganhe frete grátis

Atualizado em 14/10/2022

Futevôlei: saiba como funciona esse esporte!

O futevôlei é um esporte muito novo, criado nas praias do Rio de Janeiro e a cada dia ganha mais espaço no Brasil e no mundo. Tem muitos benefícios para o seu corpo e também alguns detalhes de funcionamento e regras que vamos contar em mais detalhes nessa publicação. Quais os fundamentos do futevôlei? É um esporte praticado em dupla, podendo ser apenas feminino, masculino ou misto. O jogo começa pelo saque, e a dupla adversária pode dar até três toques na bola para que ela passe para o campo adversário. O objetivo do jogo é fazer o ponto na dupla adversária, passando a bola por cima da rede e podendo usar todas as partes do corpo, menos mãos e braços. Como não podemos fazer o uso das mãos e braços, os fundamentos do futevôlei são feitos com as outras partes do corpo, sendo eles: cabeça, ombro, peito, coxa e chapa (parte interna do pé). É importante que todos os fundamentos priorizem jogar a bola sempre para cima, lá no alto, com o intuito de ajudar sua dupla dando mais tempo para que a mesma se posicione e consiga chegar bem na bola. Partes do corpo usadas no futevôlei As características do jogo chegam muito perto do vôlei de praia, a maior mudança são os fundamentos necessários para que o jogo flua da melhor maneira possível. As técnicas começam com o toque de chapa, usando a parte interna do pé, coxa, peito, ombro e cabeça. Os mais difíceis são o ombro e o peito. Mas quando aprendidos de maneira correta, ficam muito fáceis de fazer. Cabeça A cabeçada pode ser usada tanto para realizar um ataque quanto para defender alguma bola que venha mais alta. Quando utilizada para atacar, o movimento tem que ser para baixo, utilizando os lados e a frente (testa) e para defender apenas a testa, com o intuito de jogar essa bola para o alto. Ombro O famoso “ombrinho” é mais utilizado para realizar as levantadas e também para defesa e recepção de saque. Um movimento que requer muita técnica e precisão, a bola tem que bater onde tem uma maior superfície de contato, para que ela consiga subir mais fácil. Os pés têm que estar firmes no chão, fazendo uma base equilibrada e alternada. Ombro direito, pé direito atrás e vice-versa. Peito O fundamento do peito é um dos mais difíceis e que requer muita técnica para acabar não se machucando. Os pés têm que estar paralelos e os joelhos flexionados para frente, fazendo com que o tronco se incline para trás e a bola bata exatamente no meio do peito. A força que vai fazer a bola subir depende da alavanca feita pelos pés, joelhos e tronco. A peitada é mais usada entre os homens, tanto para a recepção de saque quanto para a levantada. Coxa A coxa é pouco utilizada, por ser uma região mais difícil de ter o controle da bola. A bola precisa bater bem no meio da coxa para conseguir subir, caso contrário ela acaba indo para os lados mas é usada para levantadas e defesas. Pé ou chapa Por fim, mas não menos importante, a chapa! Bom, esse fundamento é um dos mais usados, na hora do saque, em levantadas e recepções. A bola precisa bater exatamente na parte interna do pé, para que ela consiga subir e a perna de apoio precisa estar firme no chão para ajudar no equilíbrio. Algumas curiosidades sobre o futevôlei O esporte surgiu nas praias do Rio de Janeiro, mais precisamente em Copacabana, na década de sessenta.Começou durante a ditadura civil-militar, quando saiu uma lei que impedia as pessoas de jogarem bola perto do mar, com isso, um grupo de amigos foi jogar mais para perto do calçadão e inspirados no vôlei de praia, começaram aos poucos o que conhecemos hoje como futevôlei Muitas pessoas confundem a prática do futevôlei com as rodas de Altinha nas praias, atividade que tem crescido muito, até em locais públicos, como praças e quadras. Os fundamentos usados são bem parecidos, o que ajuda o praticante que já faz altinha a migrar para o futevôlei. Quais são os benefícios do futevôlei? Como todos os esportes praticados ao ar livre, dá a sensação de bem-estar físico e psicológico, liberando endorfina e hormônios associados ao prazer. A predominância aeróbica da atividade ajuda na perda de peso, aumenta o tônus muscular e melhora a capacidade motora do indivíduo. Por ser areia a superfície de contato, o impacto sob as articulações é menor, podendo ser uma ótima solução para pessoas que apresentam alguma limitação quanto a isso. Como se preparar para esportes ao ar livre? Antes de tudo, escolher uma roupa muito confortável e que não limite nenhum movimento. Levar sempre uma garrafinha de água e ter se alimentado bem antes da atividade, para evitar qualquer desconforto. O protetor solar é indispensável para cuidar melhor da sua pele enquanto pratica o esporte, e posteriormente invista em um bom hidratante também. Além dessas medidas de segurança, durante a prática de qualquer atividade física ou esporte, nosso corpo aumenta a sua temperatura e com isso, suamos bastante. Muitas pessoas atrelam ao suor o mau cheiro e, talvez você não saiba, mas o mau cheiro não tem relação com o suor! Ele é causado pelo desequilíbrio das bactérias presentes em nossa pele. Para poder praticar qualquer esporte e não precisar se preocupar com o mau cheiro, descubra mais sobre o Programa Adeus Desodorantes da Visto.bio! Com ele, você ficará sem mau cheiro e sem se preocupar se usou ou não desodorante, acesse nosso site e conheça mais das nossas inovações: visto.bio

Veja mais!

Upsell Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro® | (240ml)
Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro®
R$ 577,99
R$ 346,79
SAIBA MAIS