Aprenda aqui e ganhe frete grátis

Atualizado em 14/10/2022

Anidrose: Entenda oque é e quais são os sintomas

Transpirar é uma condição normal do nosso corpo sendo responsável principalmente por manter o equilíbrio da temperatura (termorregulação). Há casos onde a transpiração é excessiva e pode acabar trazendo um grande desconforto. Por outro lado, existem situações onde quase não há produção de suor. Essa condição é conhecida como anidrose. O que é a anidrose? A anidrose, também conhecida como hipoidrose, adiaforese ou oligoidrose consiste na produção reduzida ou mesmo ausência de suor. Pode envolver uma região específica do organismo ou ser generalizada. Consiste justamente o contrário da hiperidrose onde observa-se uma produção excessiva de suor. Trata-se de uma doença rara, de difícil diagnóstico, que acomete tanto homens quanto mulheres e crianças, estas últimas merecem atenção especial pois têm a temperatura central maior, transpiram menos em ambientes quentes (quando comparadas a adolescentes e adultos) e levam mais tempo para se aclimatizar ao calor. Quais as causas da anidrose Existem algumas condições que podem ser responsáveis pelo aparecimento da anidrose: Origem congênita Podem ocorrer alterações, de origem genética, na quantidade e funcionalidade das glândulas sudoríparas, responsáveis pela produção de suor. Essa condição é conhecida como displasia ectodérmica anidrótica ou hipoidrótica, onde observa-se uma redução ou ausência dos líquidos corporais, como lágrima, saliva e suor, além de reduzir quantidade de pelos e cabelos, e interferir também na malformação ou ausência de dentes. Outra condição de origem genética capaz de alterar a funcionalidade das glândulas sudoríparas é a doença de Fabry, caracterizada por uma deficiência de uma enzima que acaba interferindo no sistema cardíaco, renal e nervoso e resultando em múltiplos sintomas, entre eles a baixa produção de suor. Lesões na pele Alguns tipos de queimaduras podem atingir as camadas mais profundas da pele e danificar as glândulas sudoríparas. Isso pode ocorrer por acidentes ou mesmo tratamentos como radioterapia (radiodermite). Lesões neurológicas Existem doenças capazes de provocar danos neurológicos e afetar o funcionamento das glândulas sudoríparas, é o caso da diabetes, da síndrome de Guillain-Barré e da Síndrome de Sjögren. Quais os sintomas da anidrose O principal sintoma da anidrose é a ausência total ou parcial do suor. Todavia, como não ocorre a liberação de suor uma consequência é o aumento da temperatura interna. Isso é um fator muito importante pois essa situação desencadeia o aparecimento de outros sintomas como câimbras, fraqueza e vermelhidão, sendo de grande importância nos casos de anidrose total pois estes pacientes podem sofrer insolação. A Insolação ocorre quando a temperatura ultrapassa os 40⁰C, e o indivíduo começa a apresentar alguns sintomas como náusea, vômitos, delírios, podendo atingir a convulsão e morte. Como diagnosticar O diagnóstico da anidrose é bastante complexo uma vez que pode estar relacionado a diversas patologias. Também é importante avaliar se não se trata de um efeito colateral ao uso de alguns medicamentos utilizados no tratamento de náuseas, incontinência urinária ou pressão alta. A avaliação dos sintomas somados ao histórico do paciente é fundamental. Pode ser solicitado exames complementares como o teste do suor e biópsia da pele. Como tratar O tratamento varia de acordo com a origem do problema. Nos casos associados a medicamentos deve-se substituir por outros que não provoquem estes efeitos colaterais. Geralmente a suspensão dos medicamentos já é suficiente para reverter a situação. Se a anidrose estiver associada a uma obstrução pode ser feito o uso de esfoliantes para desobstruir as glândulas. Nos casos mais graves onde há danos irreversíveis na estrutura ou funcionamento das glândulas sudoríparas não há como obter a cura, mas algumas medidas podem ser tomadas para amenizar os sintomas. Evitar esforços em geral, corrigir a alimentação, usar roupas que permitam liberar o calor e manter-se longe de ambientes com temperatura muito alta. Pode-se usar sprays de água para ajudar a refrescar. É possível prevenir a anidrose? Não há uma forma específica de prevenção da anidrose. Recomenda-se seguir as orientações preventivas de evitar exposição ao calor excessivo para indivíduos portadores da doença, além de cuidados com alimentação, hidratação, uso de medicamentos e consultas médicas preventivas. Todo cuidado com a saúde pode favorecer na prevenção não só desta mas de muitas outras patologias. Esses cuidados envolvem uma gama enorme de cuidados como a prática de exercícios, alimentação adequada e consumo de produtos de forma inteligente. A Visto Bio saiu na frente lançando um produto que oferece a libertação do uso de desodorantes convencionais, que contém ingredientes sabidamente nocivos, como parabenos e alumínio. Acesse para conhecer o Programa Adeus Desodorantes e cuidar melhor do seu corpo.

Veja mais!

Upsell Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro® | (240ml)
Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro®
R$ 577,99
R$ 346,79
SAIBA MAIS