Aprenda aqui e ganhe frete grátis

Atualizado em 14/10/2022

Suor noturno? Pode ser ansiedade!

Você acorda a noite com a roupa molhada de suor? Isso é constante? A causa desse suor noturno pode ser ansiedade! Continue lendo o texto e entenda melhor as causas e oque fazer para controlar melhor. Porque suamos? A produção de suor é uma função extremamente necessária para o bom funcionamento do corpo. Isso porque é através do suor que nosso corpo é “refrigerado”. As funções que nosso corpo realiza, seja de ações como químicas, geram calor, e nosso corpo precisa manter uma temperatura constante para que diversas funções vitais possam continuar sendo desempenhadas perfeitamente. Quando a temperatura do nosso corpo aumenta, o corpo ativa um mecanismo de termorregulação, e esse mecanismo por sua vez, produz o suor. O calor precisa ser dissipado e através desse mecanismo é possível. Caso contrário, nosso corpo entraria em combustão. Suor noturno e o mau cheiro O suor em si não possui cheiro, mas quando nosso corpo, principalmente a microbiota da pele, está em desequilíbrio, nosso suor pode passar a ter um odor desagradável. Já acordar com um cheiro desagradável não é bom, além de precisar lavar com mais frequência sua roupa de cama e seu pijama, não é agradável. Além disso, muitas pessoas possuem problemas de alergia com o uso de desodorantes convencionais, ou até mesmo desses produtos não terem efeito contra o mau cheiro. Nesses casos, a pessoa pode sofrer de Bromidrose. A bromidrose é um problema de mau cheiro persistente, que ocorre independente da higiene da pessoa. Para todas as pessoas que sofrem com o mau cheiro corporal, o programa da Visto.bio, será um grande aliado. O Programa Adeus Desodorantes foi desenvolvido para acabar com a causa do mau cheiro de vez. É um processo simples, indolor e que apresenta um resultado incrível. Você ficará sem mau cheiro, pode ser usado em diversas partes do corpo, tanto por adulto quanto crianças e após o tratamento, não precisará usar outros produtos. Quais as causas do suor noturno As possíveis causas desse suor normalmente estão ligadas a outras questões como, menopausa, ansiedade, doenças, utilização de algum medicamento. Algumas causas incluem: Ansiedade A ansiedade ou estresse alteram os níveis de alguns hormônios, principalmente a adrenalina. O hormônio adrenalina quando está elevado, aumenta os batimentos cardíacos. Quando o aumento da adrenalina ocorre durante a noite, o corpo ativa o mecanismo de termorregulação, produzindo suor. Por isso, a pessoa acorda suada, com os batimentos acelerados e com a sensação de que algo ruim vai acontecer. Menopausa ou TPM Questões inerentes às mulheres, a menopausa e TPM também causam mudanças hormonais, que por sua vez também podem aumentar a temperatura corporal e assim desencadear a produção de suor noturno. Diabetes No caso de pessoas com diabetes e que fazem uso de insulina, não é incomum acontecer episódios de hipoglicemia à noite ou no início da manhã. A pessoa pode não ter nenhum outro sintoma, apenas a sudorese excessiva. Quando ocorre hipoglicemia ocorre sudorese excessiva pois para compensar a falta de glicose, o corpo ativa o mecanismo de sudorese, fazendo com que o indivíduo transpira, fique pálido, tenha tontura, náusea e palpitações. Apneia do sono A apneia do sono causa uma queda na oxigenação no sangue durante o sono, ativando o sistema nervoso e provocando a produção de suor. Ela também pode causar, hipertensão, arritmias cardíacas e doenças cardiovasculares. Ambiente quente Quando o ambiente está quente, o corpo precisa ativar seu mecanismo de termorregulação para manter as funções do corpo em equilíbrio, para assim ele não entrar em combustão. Por isso, a sudorese noturna pode acontecer. Alimentos termogênicos Consumir alimentos termogênicos próximo ao horário de dormir, pode induzir ao corpo produzir suor. Os alimentos termogênicos são: Pimenta, gengibre, álcool, canela e cafeína. Isso ocorre pois eles atuam na área do sistema nervoso que regula a temperatura corporal e aceleram o metabolismo, fazendo com que o corpo fique mais quente e produza suor. Hipertiroidismo O hipertiroidismo é uma alteração de hiperfunção da glândula tireóide, aumentando assim, a produção da tiroxina. Quando esse hormônio está elevado, o metabolismo fica mais acelerado o que eleva a temperatura corporal, por isso ocorre a sudorese excessiva. Infecções Existem algumas doenças infecciosas que podem provocar aumento na sudorese, principalmente à noite. Algumas dessas infecções são: Tuberculose HIV Histoplasmose Endocardite Abscesso pulmonar Além do sintoma de sudorese noturna, existem outros sintomas que essas infecções podem apresentar como: febre, perda de peso, fraqueza, calafrios e inchaços nos gânglios pelo corpo. Uso de alguns medicamentos A produção de suor excessivo, principalmente o noturno, pode estar relacionado ao uso de algum medicamento. Esses medicamentos podem ser, o paracetamol (antipirético), anti-hipertensivos e alguns antipsicóticos. Câncer Existem alguns tipos de câncer (linfoma e leucemia) que possuem como sintoma a produção excessiva de suor noturno, além da perda de peso, sangramentos, queda da imunidade e gânglios aumentados. Tumores neuroendócrinos, também podem causar suor excessivo à noite. O que fazer ao identificar o suor noturno excessivo? Fique atento a outros sinais e mudanças que podem ocorrer em seu corpo, além do suor noturno excessivo. Nos casos em que a ansiedade ou estresse é a causa, é importante fazer um acompanhamento com psicólogo. Além disso, é importante fazer modificações em sua rotina para diminuir ou evitar situações que gerem ansiedade ou estresse. Incluir em sua rotina atividades físicas, meditações, uso de chás, aromaterapia podem ajudar a desacelerar a mente e o corpo para uma noite de sono mais tranquila. Já nos casos em que a causa do suor noturno seja de alterações hormonais como na menopausa, tpm ou hipertireoidismo o acompanhamento com o médico especialista é imprescindível. Visto que em muitos casos será necessário alguma intervenção como a reposição hormonal. Quando devo me preocupar com o suor noturno O suor noturno em si não é uma grande preocupação, mas sim o que pode estar por trás dele. Mas é importante se manter atento a outros sinais que podem indicar um problema, como: suor noturno excessivo ou frequente; apresentar paradas da respiração durante o sono; febre; tosse persistente; perda de peso sem motivo. Nos casos de linfoma ou HIV, o suor excessivo noturno pode indicar a progressão de doença. Por isso, independente do caso, ao apresentar outros sintomas vá ao médico.

Veja mais!

Upsell Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro® | (240ml)
Kit Antiodor Completo (1˚ e 2˚ etapa) Visto.bio Adeus Suor® e Mau Cheiro®
R$ 577,99
R$ 346,79
SAIBA MAIS